Páginal Inicial / Blog MJ Capacitações / Os 7 erros mais comuns encontrados dos currículos em Fortaleza
Categorias: Dicas para Entrevistas.

Os 7 erros mais comuns encontrados dos currículos em Fortaleza

os-7-erros-mais-comuns-encontrados-dos-curriculos-em-fortaleza

Veja como os selecionadores podem entender as falhas no currículo no momento de formular um perfil dos candidatos a vaga de emprego.<

O currículo geralmente é o primeiro contato que o selecionador tem com o candidato que busca a oportunidade profissional. Podemos até dizer que o documento é a “CNH” necessária para conseguir chegar à entrevista de emprego, e por conta disso deve receber uma atenção dobrada.

8 passos para atrair propostas de emprego sem procurar

Compreenda:

Como o processos seletivo costuma ser bastante concorridos, os selecionadores têm pouquíssimo tempo para ler todos os currículos, por isso qualquer deslize na processo de elaboração podem ser fatais. Caso a primeira coisa que ele veja seja erros, nem vai dar a oportunidade de uma entrevista ao candidato”, diz profissional de gestão em recursos humanos.

Ele está fazendo referência aos descuidos que podem ser visto rapidamente, como ortografia incorreta, má formatação ou objetivo inadequado. Além disso, existem os erros no conteúdo das informações. Incoerências dessa natureza aparecem na entrevista ou no período de checagem das informações.

Você sabe quais são os erros mais comuns encontrado nos currículos dos fortalezenses?

Como conseguir um emprego mais rápido

Veja como podem ser analisados 7 erros pelos selecionadores, segundo especialistas do Ceará:

01 – Erros de português
Errar na ortografia, na concordância ou coesão são os deslizes mais mal vistos. Isso se deve ao fato de que ou o recrutador vai chegar na conclusão de que o profissional não tem domínio da língua ou pode desconfiar com comprometimento dele com a vaga, segundo estudioso.

02 – Layout confuso
Um dos princípios de um currículo de qualidade é que ele tenha uma leitura fácil. Caso a forma de expor as informações seja complicada, o selecionador pode entender que faltam capacidades de comunicação, por exemplo clareza e objetividade.

Desse modo, é necessário ter precaução no momento de modificar a forma do currículo. Diagramações diferentes podem confundir o alcance ao mais essencial: as referências da sua trajetória profissional.

03 – Objetivo profissional deslocado
“Quando não existe conexão entre o objetivo e o cargo pretendido, o candidato mostra que não se interessa naquela vaga”, explica especialista.

Isso é, o selecionador vai entender que se trata de um indivíduo que se candidata para vários tipos de vagas, o famoso “paraquedista”.

04 – Nível de fluência no idioma
Se equivocar no momento de especificar o grau de conhecimento de um idioma pode ser visto de várias formas, segundo especialistas. Para alguns isso pode comprovar falta de atenção em relação a suas capacidades.

Existem níveis de dificuldades, caso seja uma pessoa que tenha um conhecimento intermediário e põe avançado, é uma coisa, porém um indivíduo que fala ser fluente, entretanto mal consegue se comunicar isso já é considerado má-fé”.

05 – Detalhar atribuições dos cargos em vez de citar resultados atingidos
Uma pessoa que comete o erro corriqueiro de detalhar sua carreira profissional com base das atribuições das funções que atingiu não demonstra base em resultados.

Dessa forma, para se distinguir da maioria dos profissionais, o macete é expor as entregas e resultados atingidos no currículo.

06 – Supervalorizar aspectos da trajetória
Segundo especialista, adicionar propositalmente a importância de atuações profissionais mostra um olhar de mundo e de si mesmo errônea. “Supervalorização evidencia arrogância e autossuficiência”, fala ele. Ele ainda conclui, dizendo “Quem faz isso evidencia que se acha a sua atuação, dentro da empresa, mais importante que a dos outros e assim não dá crédito ao trabalho em equipe.”

07 – Mentir
Algo que é muito comum é as pessoas mentirem, dizendo que já fizeram dezenas de cursos, como curso de Excel avançado, curso sobre esocial, ou ainda cursos na área de compras e suprimentos. Sendo que para descobrir é muito fácil, pois a maioria das empresas exigem comprovação com certificado.

Ou seja, não falar a verdade é a forma mais rápida de se queimar com o selecionador e jamais ser chamado por ele para um processo de seleção. Pois se conclui que mentir é um desvio de caráter.

O que fazer para se dar bem em uma entrevista de emprego?

Dica valiosa:

Ter feito cursos de aperfeiçoamento profissional é de muita valia, por isso vou deixar aqui o link de alguns cursos que ocorre em Fortaleza e que tem certificado. Segue os cursos:

Curso Excel Básico com Acyr Jansen

Curso Esocial – Rotinas e Adequações com Roselânia Cavalcante

em

Cursos de Aperfeiçoamento Profissional

Empregos em Fortaleza:

Forjobs - Empregos em Fortaleza

Criação de Sites:

MJ Digital - Inteligência Criativa

Locação de Equipamentos:

MJ TI - Soluções Tecnológicas